Governo prorroga inscrições para o processo seletivo 2010 do Programa Nossa Bolsa













A Secretaria de Estado de Ciência e Tecnologia (Sect) prorrogou o prazo de inscrições para o processo seletivo 2010 do Programa Nossa Bolsa para até às 12 horas deste sábado (05). O anúncio foi feito pelo secretário Paulo Foletto, durante uma entrevista coletiva, concedida à imprensa na tarde da última quarta-feira (02).

De acordo com o secretário, o principal motivo para a prorrogação do prazo, que terminaria nesta quinta-feira (03), é que muitos candidatos, que estão concorrendo às bolsas em faculdades particulares, não finalizaram o processo de inscrição. “Para disputar as bolsas em 2010, o candidato passa por três etapas: pré-cadastro, cadastro e inscrição. Grande parte dos estudantes fez apenas o cadastro. Nossa intenção foi dar mais 48 horas de chance para o aluno terminar o processo de inscrição”,explicou.

Ao todo, estão sendo oferecidas 1.505 vagas. Os estudantes terão opção de escolher entre 46 cursos oferecidos em 28 faculdades particulares, situadas em 15 municípios do Espírito Santo.

Os candidatos deverão preencher a ficha de inscrição disponibilizada no site http://www.nossabolsa.es.gov.br/. Antes de se inscrever, o estudante deverá ter em mãos o número de inscrição do Exame Nacional de Ensino Médio (Enem) de 2009, carteira de identidade, CPF, renda dos membros do grupo familiar e o nome da escola pública em que concluiu o Ensino Médio. A classificação será feita pela nota média das provas objetivas do Enem.

Os critérios para o candidato participar do Nossa Bolsa são: ter renda per capita familiar de até três salários mínimos; ter cursado todo o Ensino Médio em escolas públicas do Estado; ter obtido bom desempenho representado por média geral igual ou superior a seis, no 3º ano do Ensino Médio, comprovado por meio de histórico escolar; não ter sido desligado anteriormente do Nossa Bolsa devido ao descumprimento das exigências mínimas ou por fraude; não possuir diploma de graduação, e se estiver matriculado em outro curso de ensino superior, efetuar o cancelamento da matrícula antes do início das aulas como bolsista; não ser bolsista de outro programa e nem possuir financiamento estudantil; residir no Espírito Santo e comprovar a insuficiência de recursos financeiros por meio dos documentos listados no edital disponibilizado também no site.

O candidato deverá escolher o local, o curso e a instituição de ensino superior, dentre as constantes do anexo I do Edital Nossa Bolsa nº 10/2009.

Bolsas

De acordo com secretário Paulo Foletto, as bolsas são voltadas para áreas consideradas prioritárias para o Governo do Estado. “As vagas oferecidas são divididas pelas áreas de exatas e tecnologias, saúde, humanas e licenciaturas para oferecer mão-de-obra qualificada para o desenvolvimento do Espírito Santo. Nosso objetivo é prepara o capital humano jovem para o mercado de trabalho em diversas áreas”, disse.

As 1.505 vagas oferecidas são destinadas para municípios do interior e para a Grande Vitória. Do total de vagas, 500 são voltadas para cursos das áreas de ciências exatas e tecnologias; 316 para área de humanas, 285 para área de licenciatura e 404 para área da saúde.

O Programa Nossa Bolsa faz parte da carteira de projetos estratégicos do Governo e, até o final deste ano e para o 2010 está previsto um investimento na ordem de R$ 20 milhões.

O Nossa Bolsa é uma iniciativa do Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Ciência e Tecnologia e apoia financeiramente estudantes de ensino superior que não têm condições de custear seus estudos e que tenham cursado o Ensino Médio em escolas da rede pública no Espírito Santo.

1 comentários:

Chris disse...

Caros senhores,
Dois amigos meus iniciaram o processo de inscrição do Nossa Bolsa no dia 05/12. Inseriram o e-mail dentro do prazo, que era até as 12:00h daquele dia (um às 11:41h e o outro às 11:53h, do dia 05/12). Acontece que a Confirmação de Cadastro só chegou hoje, 07/12, por e-mail (a de um às 13:55h e a de outro às 14:28h). Um deles clicou no link e preencheu a ficha, mas recebeu a informação de que as inscrições haviam acabado. Liguei para 155 e a moça me disse que as inscrições não seriam feitas porque já estavam esgotadas.
Pergunto: Por que o sistema aceitou iniciar o processo de inscrição desde o pré-cadastro até o preenchimento do cadastro? Por que não avisaram que a prorrogação só valia para quem já havia feito o pré-cadastro bem antes das 12:00h do dia 05/12? Por que vocês não desativaram o pré-cadastro com antecedência para evitar transtornos?
Sugiro que vocês aceitem que os que fizeram o pré-cadastro até as 12:00h do dia 05/12 terminem sua inscrição (como o anúncio da prorrogação garantia).
Certo de sua atenção, agradeço.
Joaquim Neiva (jornalista)
(28) 9881-0298